Politics

Serviço Eleitoral do Chile prepara denúncia judicial e pedido de prisão de apoiador de Kast que propôs fraudar apuração


Sebastián Izquierdo, ativista da extrema direita chilena, propôs abertamente a fraude nas apurações


Siga o Brasil 247 no Google News

Jeferson Miola, enviado especial do 247 a Santiago – O presidente do Servel – Serviço Eleitoral do Chile, Andrés Tagle, informou que o órgão prepara uma denúncia judicial do youtuber Sebastián Izquierdo, que incitou fiscais das mesas de apuração da campanha do candidato de ultradireita José Antonio Kast a fraudarem a apuração.

O setor jurídico do Servel também prepara um pedido de prisão preventiva de Sebastián Izquierdo com base na Lei Orgânica Constitucional sobre votações populares e escrutínios, que estabelece “pena de prisão em seu grau mínimo a médio” para quem atenta contra o funcionamento da junta eleitoral.

A medida decorre de denúncia protocolada pela coordenação da campanha de Gabriel Boric/Frente Ampla na tarde de ontem [7/12] após tomar conhecimento de vídeo em que o youtuber incita os apoiadores de Kast nas mesas de apuração a objetarem “todos os votos do Boric; todos, todos, não apenas um ou dois. Objetem todos os votos [do Boric]”. “Mais importante que defender os votos de Kast, é objetar os votos de Boric, tem de trapacear”, conclamou ele.

Em agosto de 2020 este ativista de ultradireita – uma espécie de Allan dos Santos do candidato Kast – foi denunciado pela Procuradoria Metropolitana de Santiago por delito de lesão.

Na campanha pelo voto de “rechaço” à Constituinte no plebiscito, na qual Kast foi uma liderança central, ele promoveu ataques violentos contra pessoas que questionavam os atos antidemocráticos do seu bando.

Nesta reta final da eleição, em que a eleição se encaminha para uma decisão disputada voto a voto, a campanha de Kast repete os mesmos procedimentos atentatórios à democracia de Trump/EUA e Keiko Fujimori/Peru e de Bolsonaro no Brasil.

Nos últimos dias, a ameaça de impasse na apuração provocado pela ultradireita que não aceita o resultado eleitoral se tornou realidade depois que Kast insinuou a possibilidade de erros ou fraudes e indicou que poderá contestar o resultado eleitoral em caso de derrota.

Este padrão de terrorismo político eleitoral da campanha de José Antonio Kast evidencia os laços orgânicos da ultradireita chilena a nível internacional, cujo centro articulador está nos EUA.

 Inscreva-se no canal de cortes do 247 e assista:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.