Politics

Que se phoda o Iphan – Ediel Ribeiro


– Jair, sou eu o Luciano Hang!


Siga o Brasil 247 no Google News

Rio – Nesta quarta-feira, o presidente Jair Bolsonaro (PL) estava tranquilão, assistindo a segunda temporada da série “A Noiva de Aristides”, na TV Record, quando o telefone vermelho tocou.

– Jair, sou eu o Luciano Hang!

– Fala, Hang! O que é que você manda, véio?

– Bem, é que eu estou construindo mais uma loja no Rio Grande do Sul, e…

– Já sei, tá precisando de um incentivo. Passa lá no no BNDES e diz pro presidente que…

– Não. Não é nada disso, presidente. É que durante as escavações, a empresa responsável pela obra comunicou ao Iphan ter identificado cerâmicas e vestígios arqueológicos de civilizações passadas no local da obra. E o Iphan interditou a obra.

– Iphan!??

– É. Iphan com PH.

– Que trem é esse daí? Que pôrra é o Iphan? Vou precisar ligar para o Ministério do Meio-Ambiente porque, você sabe, eu não sou tão inteligente como meus ministros.

– É, dá pra perceber – sussurou entre os dentes, o dono da Havan.

   O secretário de comunicação, sussurrou no ouvido do presidente:

– Presidente, o Iphan não é ligado ao Ministério do Meio-Ambiente. O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, Iphan, é uma autarquia federal vinculada ao Ministério do Turismo, responsável pela preservação e divulgação do patrimônio material e imaterial do país.

– Hang, já me informaram aqui que no tocante esse tal de Iphan, parece que é ligado a cultura. Deve ter sido criado pelo PT, para empregar comunistas e infiltrar militantes da extrema esquerda nas autarquias visando à derrubada do governo. Pode deixar que eu vou resolver essa ‘cuestão’ daí pra você.

O secretário tornou a interromper:

– Presidente, o Iphan não foi criado no governo do ex-presidente Lula. Foi  criado em 1937 pelo presidente Getúlio Vargas e tem a função de defender e favorecer os bens culturais do país  proporcionando sua existência e usufruto para as gerações presentes e também futuras. Buscando a preservação dos tesouros da cultura nacional.

– Hang o que eles encontraram durante as escavações? Um pedaço de cocô de índio fossilizado, um pedaço de azulejo, um prato?

– Fragmentos de pratos.

O presidente quase arrancou os cabelos:  

– Tão fazendo essa ‘cuestão’ toda daí por causa de um pedaço de prato? Vou acabar com essa marra da esquerda! 

– Obrigado, presidente!! “Brasil Acima de Tudo e a gente Em cima de Todos”!!!

– Pronto,‘ripei’ todo mundo do Iphan, taokey? Botei outra pessoa lá, o Iphan não dá mais dor de cabeça pra gente” – completou Bolsonaro.

– Colocou um técnico no cargo? – quis saber o secretário. – Sim, porque não é de hoje que nomeações políticas que vem negligenciando aspectos técnico-científicos para cargos estratégicos, têm sido comuns nas ocupações dos cargos no Iphan. O senhor tá vendo como está a cultura, com aquele ator da ‘Malhação’ no comando…

– É praticamente uma técnica! A moça é formada em hotelaria.

– É quase a mesma coisa – ironizou o secretário.

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.