Politics

Papa condena suicídio assistido enquanto Parlamento italiano discute projeto de lei


A Corte Constitucional da Itália descriminalizou parcialmente o suicídio assistido se as autoridades sanitárias locais e um conselho de ética aprovarem


Siga o Brasil 247 no Google News

CIDADE DO VATICANO (Reuters) – O papa Francisco condenou o suicídio assistido como um desvio inaceitável da ética médica nesta quarta-feira, enquanto o Parlamento italiano retomou as discussões sobre uma lei para regular o procedimento.

Falando em sua audiência geral, Francisco elogiou as práticas de cuidados paliativos com o objetivo de ajudar pacientes terminais a viverem da maneira mais confortável e humana quanto for possível.

“Mas precisamos ter cuidado para não confundir essa ajuda com desvios inaceitáveis que levam a assassinatos”, disse. “Precisamos acompanhar a morte, não provocar a morte ou auxiliar qualquer tipo de suicídio.”

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A Corte Constitucional da Itália descriminalizou parcialmente o suicídio assistido sob certas condições, se as autoridades sanitárias locais e um conselho de ética aprovarem. Mas o tribunal também afirmou que o Parlamento deve aprovar uma lei para regular a prática.

O projeto de lei que deve começar a ser discutido na tarde de quarta-feira permitiria que pacientes terminais buscassem o suicídio assistido pelo sistema de saúde nacional, e também protege médicos de eventuais processos legais.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Mas os partidos políticos italianos continuam profundamente divididos, com a centro-esquerda apoiando o projeto de maneira geral, e a centro-direita fazendo oposição. 

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.