Politics

“Moro é produto da maior fake news da história recente”, diz Kakay


A Lava Jato, segundo Kakay, por mais descredibilizada que já tenha sido, ainda habita no imaginário popular. “A visão passada pela mídia tradicional é que a Lava Jato foi uma operação que salvou o país. Essa talvez seja a maior fake news já exposta no Brasil”


Siga o Brasil 247 no Google News

247 – O advogado criminalista Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, publicou artigo nesta sexta-feira (17) no Poder 360 no qual classifica o ex-juiz Sergio Moro, declarado parcial pelo Supremo Tribunal Federal (STF) nos processos contra o ex-presidente Lula, como um “indigente intelectual”, destacando a “falta absoluta de ideias” do pré-candidato à Presidência da República pelo Podemos.

O único discurso que Moro tem, segundo o advogado, é o suposto combate à corrupção. “Moro tenta surfar nas ondas da operação Lava Jato, hoje desmoralizada e sem credibilidade. Ele se ampara na narrativa que foi vendida à época para o grande público, com forte apoio midiático, e que ainda habita parte do imaginário popular”.

“A visão passada pela mídia tradicional é que a Lava Jato foi uma operação que salvou o país. Essa talvez seja a maior fake news já exposta no Brasil. Criticamos o Bolsonaro por ter abusado das notícias falsas para se eleger e nos esquecemos deste engodo a que foi submetido o país. Sempre afirmei que o ex-juiz e os seus procuradores de estimação eram fracos no direito, mas muito fortes de marketing. Pode-se afirmar que esse ex-juiz é produto da maior fake news da história recente”, completou.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.