Politics

Macron diz que guerra trará custos pesados para o setor agrícola francês


“Esta crise está aqui para ficar”, disse Macron aos fazendeiros


Siga o Brasil 247 no Google News

PARIS, 26 Fev (Reuters) – A guerra na Ucrânia e as pesadas sanções que as potências ocidentais tomaram contra a Rússia terão consequências sérias e duradouras para o setor agrícola francês, o maior da União Europeia, disse o presidente francês Emmanuel Macron neste sábado.

“Se você me pedir para compartilhar uma convicção com você esta manhã, é que esta crise está aqui para ficar, esta guerra está aqui para ficar”, disse Macron ao programa agrícola de Paris no sábado.

As restrições comerciais resultantes das sanções da UE à Rússia pesarão nas exportações francesas, como vinho e grãos, disse Macron, enquanto um novo aumento nos preços da energia afetará a pecuária.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Estamos construindo um plano de resiliência”, disse Macron, acrescentando que medidas serão tomadas para proteger os agricultores das pressões de custo e compensar a perda de receitas.

Um aumento nos preços das commodities no ano passado beneficiou os produtores de grãos, mas esmagou os pecuaristas para os quais a ração de grãos é um custo importante. O governo anunciou no final de janeiro um pacote de ajuda de 270 milhões de euros (US$ 304 milhões) para o setor de suínos.

A crise na Ucrânia está aumentando a volatilidade nos mercados agrícolas, com os futuros do trigo em Paris atingindo um recorde na quinta-feira. Os agricultores também estão preocupados que a crise possa exacerbar as tensões de fornecimento de fertilizantes e interromper a estação de cultivo da primavera.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A feira agrícola anual de Paris, o Salon de l’Agriculture, é uma grande ocasião na França e, a menos de dois meses do primeiro turno das eleições presidenciais, atraiu os principais candidatos.

Os comentaristas franceses esperavam que Macron pudesse usar sua presença no programa para anunciar oficialmente que ele concorreria a um segundo mandato, um fato que ninguém na França duvida.

Mas crises internacionais, sobretudo a invasão russa na Ucrânia, frustraram o calendário do presidente várias vezes.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Enquanto Macron passou mais de 12 horas na última edição do Salão em 2020, tentando tranquilizar os agricultores sobre o impacto do Brexit e uma reforma da política agrícola da UE, ele falou apenas no sábado por cerca de 15 minutos.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.

close