Politics

Flavio Bolsonaro diz que pesquisas “são furadas”, que seu pai “evitou um golpe” e defende “rachadinha”


Senador diz que comprou mansão de valor superior a R$ 6 milhões com seus salários como parlamentar e com sociedade numa loja de chocolates


Siga o Brasil 247 no Google News

247 – Numa entrevista quase delirante, o senador Flavio Bolsonaro (PL) afirmou à revista Veja, em reportagem publicada nesta sexta-feira (17) que todas as pesquisas de opinião sobre as eleições de 2022 são “furadas”, que seu pai teria evitado um golpe de Estado em 7 de setembro de 2021, conta o conselho de seus assessores e ainda confessou todo o esquema de apropriação do dinheiro dos funcionários de seu gabinete quando deputado estadual, conhecido como “rachadinha”.

Sobre pesquisas, Flavio blefou ao repórter dizendo que elas são “furadas” e que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva “não atinge nem sequer 30% das intenções de voto no Nordeste”. Seriam “pesquisas” do governo, afirmou, sem apresentá-las. Na verdade, ele tem bem mais que o dobro disso – veja os números do Datafolha desta quinta-feira (16) segundo os quais Lula tem entre 61% e 63% na região, dependendo dos candidatos apresentados aos eleitores.

Para vender a imagem de democrata de Jair Bolsonaro, Flavio apresentou uma versão segundo a qual o pai teria resistido ao aconselhamento de seus assessores de tentar um golpe de Estado em 7 de setembro passado: “era o que muita gente queria, e ele, em sua sabedoria, não o fez pelo bem do Brasil”. Na versão fantasiosa que apresentou, o STF e o então presidente da Câmara, Rodrigo Maia, teriam tentado derrubar Bolsonaro e a ideia de um golpe seria a resposta a essa tentativa. Da mesma forma que no tema pesquisas, ele não apresentou qualquer evidência que desse suporte à sua narrativa.

Finalmente, em relação ao tema das “rachadinhas” (roubo de dinheiro de salários de assessores), Flavio Bolsonaro, na prática, confessou o crime: “ele teria feito aquilo sem eu saber, que usava isso para contratar mais pessoas. Achei razoável porque não é aquela acusação de roubar dinheiro de algum lugar para botar no próprio bolso. Inclusive tem um entendimento de grande parte da jurisprudência de que a partir do momento em que o dinheiro entra na conta de um assessor, o dinheiro é privado, não é dinheiro público”. Ainda na entrevista, ele afirmou que “meu patrimônio é compatível com o que eu construí com trabalho desde muito cedo”; o jornalista eximiu-se de perguntar como é que com o salário de parlamentar e a sociedade com uma franquia de loja de chocolate Flavio Bolsonaro conseguiu a proeza de comprar este ano uma mansão de valor superior a R$ 6 milhões em Brasília -há estimativas no mercado imobiliário de que o valor da mansão possa ultrapassar R$ 10 milhões.

 Inscreva-se no canal de cortes do 247 e assista:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.