Politics

Em cerco a Moro, TCU exige que empresas alvos da Lava Jato enviem contratos com consultorias


Objetivo é checar se as empresas fizeram pagamentos a Alvarez & Marsal, consultoria que contratou Moro e lucrou com a quebra do país, promovida pelo ex-juiz


Siga o Brasil 247 no Google News

247 – O Tribunal de Contas da União (TCU) exigiu, nesta sexta-feira (4), que todas as empresas alvos da Operação Lava Jato, que firmaram acordo de leniência, encaminhem os contratos que fizeram com empresas de consultoria e advocacia, informa Daniela Lima, da CNN Brasil.

A medida pressiona o ex-juiz Sergio Moro (Podemos), investigado pelo tribunal pela suposta prestação de serviços à consultoria norte-americana Alvarez & Marsal, que lucrou – e muito – com o atendimento a empresas quebradas pela Lava Jato, comandada pelo próprio Moro em conluio com procuradores.

>>> Moro recebeu propina da Alvarez & Marsal, e não salário, diz Rogério Correia

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O TCU quer checar se houve pagamento dessas companhias a Alvarez & Marsal.

Segundo o subprocurador-geral Lucas Furtado, as empresas são obrigadas a enviar os documentos porque firmaram acordo com o Estado no sentido de colaborar com as investigações. Caso contrário, o pedido de leniência poderá ser revisto.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Furtado foi quem pediu ao TCU o bloqueio dos bens de Moro por suspeita de sonegação fiscal.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.

close