Politics

Diretor brasileiro retorna ao Rio com filmes instigantes sobre as duas últimas eleições norte-americanas


Gravados durante as eleições presidenciais americanas de 2016 e 2020, os longas do diretor brasileiro Miguel Silveira – um de ficção e o outro semi-documental – retratam um período histórico americano bastante complexo que influenciou a situação política brasileira


Siga o Brasil 247 no Google News

247 – O diretor brasileiro Miguel Silveira estreia dois longas no Festival do Rio 2021: American Thief e The Last Election and Other Love Stories. A  exibição acontece nesta sexta-feira (17), às 16h, na Estação Net Rio 5. 

Os filmes combinam ficção, documentários e os gêneros ação/ suspense em American Thief e comédia e romance em The Last Election and Other Love Stories. Os longas foram gravados durante as duas últimas eleições presidenciais nos Estados Unidos e acompanham a ascensão do Presidente Donald Trump e a ruptura política sentida globalmente.

American Thief foi produzido pelo cineasta brasileiro Michel Stolnicki. Outros colaboradores brasileiros incluem a produtora Mayra Auad (MYMAMA), o produtor associado Felipe Bretas e a musicista/atriz Cacau da Rosa “Lady Acid”. 

The Last Election and Other Love Stories apresenta entrevistas com as ativistas brasileiras Natalia de Campos e Myriam Marques, além de outros membros do grupo Defend Democracy in Brazil, que atuam em Nova York.

De acordo com o diretor, os projetos são parte de uma série de filmes sobre eleição, que buscam “capturar a verdade emocional de uma era de fortes mudanças políticas, sob a perspectiva de pessoas comuns”. 

Radicado nos EUA há mais de 20 anos, Silveira acredita que os filmes abrem caminho  para perguntas e discussões recorrentes em tópicos que não possuem uma resposta correta. 

Sinopses: 

AMERICAN THIEF (2020) – Filmado e roteirizado em torno de eventos reais entre 2015-2019, American Thief segue seus protagonistas em uma trama voltada a manipular a eleição presidencial Americana de 2016. Tom Cruz, um hacker adolescente, usa a internet para tentar vingar a morte de seu pai, enquanto seu melhor amigo, Diop, usa o hackeamento como ferramenta na luta por justiça racial. Paul Hunter, um influenciador digital enfurecido conhecido como “Homem da van”, e Toncruz são contatados por um usuário não identificado na “dark web“ que afirma ter acesso aos segredos que eles procuram desvendar. 

THE LAST ELECTION AND OTHER LOVE STORIES (2021) – Como finalistas em uma competição de podcasts com um prêmio no valor de 20 mil dólares, Khadim Diop e seu parceiro criativo, Xisko Monroe, criam uma etnografia em áudio sobre a eleição presidencial Americana de 2020. Trabalhando exclusivamente na Times Square entre o amanhecer do dia 3 de novembro de 2020 até o amanhecer do dia 4 de novembro de 2020, eles fazem três perguntas a todos os entrevistados: Onde você estava na última eleição? Quais são as questões mais importantes nesta eleição? Você acha que esta será a última eleição?

Sobre o diretor

Miguel Silveira é  um premiado cineasta independente e educador que atualmente ensina direção de ficção e de documentários na Columbia College de Chicago. Miguel também ensinou em instituições como a Universidade de Columbia, em Nova York, e na Escola de Cinema e Televisão de San Antonio de Los Baños, em Cuba e já dirigiu e escreveu mais de dez filmes, entre eles  o premiado Devil’s Work (2015) e a série documental Rebel Music (2013).

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.