Politics

Boulos levanta suspeita sobre ação da PF contra Ciro, que disputa terceira via com Moro, “o rei do lawfare”


“Esquisito requentar uma investigação de 10 anos atrás nesse momento, quando o adversário político mais direto na disputa pela terceira via é justamente Moro”, afirmou Boulos


Siga o Brasil 247 no Google News

Revista Fórum – O líder do MTST e político do PSOL, Guilherme Boulos, afirmou nesta quarta-feira (15) em entrevista ao Fórum Onze e Meia que a operação da Polícia Federal feita contra o candidato à Presidência Ciro Gomes (PDT) é um ato de “lawfare e perseguição política”, além de “esquisita” para o momento político, em que Sergio Moro (Podemos) tenta se projetar como opção da terceira via nas eleições para 2022.

“Da mesma forma que denunciamos quando isso aconteceu com o Lula, com a Dilma, durante o golpe, é importante denunciarmos também quando acontece com Ciro, independente das opções e caminhos políticos que ele resolveu tentar. É muito esquisito requentar uma investigação de 10 anos atrás nesse momento, quando o adversário político mais direto na disputa pela terceira via é justamente Sergio Moro, o rei do lawfare”, afirmou Boulos.

Nesta manhã, foi deflagrada uma operação da Polícia Federal de busca e apreensão contra Ciro e o irmão dele, o ex-governador do Ceará e senador Cid Gomes. A ação tem como objetivo desmontar um esquema de fraudes, exigências e pagamentos de propinas a agentes políticos e servidores públicos decorrentes de procedimento de licitação para obras no estádio Castelão, em Fortaleza (CE), entre os anos de 2010 e 2013.

Leia a íntegra na Fórum.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.